Áudios

Os bem aventurados
Data: 07/04/2017
Créditos:
Título: Os bem aventurados
Autor: Oli Prestes
Voz: Oli Prestes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

OS BEM-AVENTURADOS
Nos discursos proferidos por Jesus às multidões, um tem sido motivo de muita consideração por aqueles que se atêm ao estudo dos seus ensinos: “O Sermão da montanha”.

Naquela ocasião, vendo as multidões, subiu ao monte; e, tendo ele se assentado, aproximaram-se os seus discípulos, e ele pôs a ensiná-los, dizendo:

Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino de Deus;

Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;

Bem-aventurados os que tem fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;

Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;

Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino de Deus;

Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós. Mt. 5:1-12.

Não obstante esse sermão ter sido proferido de forma sintética, ele já constava espalhado pelas escrituras antigas e inspiradas aos profetas antigos. Essas bem-aventuranças não são méritos isolados para cada um, mas mérito de quem as pratica no todo.

No salmo primeiro o salmista resume o procedimento dos bem-aventurados, assim:

Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detêm no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores; antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto as correntes das águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará. Sl. 1:1-3.

Para saber quem são os ímpios, necessário se faz que se investigue a própria lei, as escrituras antigas e os salmos, para conhecer o seu procedimento bem como dos pecadores, a fim de não se assemelhar a eles.

As bem-aventuranças são recompensas prometidas por Deus, e foram feitas por Ele próprio ao Seu povo em particular, quando este recebeu as leis moral e cerimonial. Elas são condicionadas à obediência e decorrente dela. Elas são enumeradas no capítulo 28 de Deuteronômio, onde também estão as maldições que advirão aos transgressores.

Na condição imposta pelo próprio Deus para se alcançar a bênção, está a exigência de diligência no ouvir e o cuidado no guardar ou observar todas as suas ordenanças. Veja:

Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; e todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, se ouvires a voz do Senhor teu Deus: Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo. Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto do teu solo, e o fruto dos teus animais, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. Bendito o teu cesto, e a tua amassadeira. Bendito serás quando entrares, e bendito serás quando saíres. O Senhor entregará diante de ti, os teus inimigos que se levantarem contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença. O Senhor mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros e em tudo em que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que o Senhor teu Deus te dá. O Senhor confirmará para si por povo santo, como te jurou, se guardares os mandamentos do Senhor teu Deus e andares nos seus caminhos. Assim todos os povos da terra verão que és chamado pelo nome do Senhor, e terão medo de ti. E o Senhor te fará prosperará grandemente no fruto do teu ventre, no fruto dos teus animais e no fruto do teu solo, na terra que o Senhor, com juramento, prometeu a teus pais te dar. O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar a tua terra a chuva no seu tempo, e para abençoar todas as obras das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado. E o Senhor te porá por cabeça, e não por calda; e só estarás por cima, e não por baixo; se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que eu hoje te ordeno, para os guardar e cumprir, não te desviando de nenhuma das palavras que eu hoje te ordeno, nem para a direita nem para a esquerda, e não andando após outros deuses,  para os servir. Dt. 28:1-14.

No salmo 119 o salmista resume e condiciona a bem-aventurança à observância da lei, veja:

Bem-aventurados os que trilham com integridade o seu caminho, os que andam na lei do Senhor! Bem-aventurado os que guardam os seus testemunhos, que O buscam de todo o coração, que não praticam iniqüidade, mas andam nos caminhos dele. Sl. 119:1-3.

As bem-aventuranças não são extensivas a todos os povos indiscriminadamente. Elas são prometidas ao povo de Deus. Não obstante a menção dos povos que se faziam presentes naquela ocasião, elas foram proferidas para os discípulos de Jesus em particular. Confirma isso a narrativa de Lucas, que diz: "E Jesus, descendo com os discípulos, parou num lugar plano, onde havia não só grande número de seus discípulos, mas também grande multidão do povo, e de toda a Judéia e Jerusalém, e do litoral de Tiro e de Sidom, que tinha vindo para ouvi-lo e serem curados as suas doenças; e os que eram atormentados por espíritos imundos ficavam curados. E toda a multidão procurava tocar-lhe; porque saía dele poder que curava a todos. Então, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurado os pobres porque deles é o reino de Deus. Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir. Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem, e quando vos expulsarem da sua companhia, e vos injuriarem o vosso nome como indignos, por causa do Filho do Homem." Lc. 6:17-22. Estes são os que serão perseguidos por amarem os seus mandamentos. Ap. 12:17.

Para os mansos, diz a sua palavra: "Buscai ao Senhor, vós todos mansos da terra, que tendes posto por obra o seu juízo; buscai a justiça, buscai a mansidão; por ventura sereis escondidos no dia da ira do Senhor." Sf. 2:3.

Não obstante a mansidão do manso, deve ele buscar a justiça e perseverar na mansidão.

Quando os homens falam em justiça, pensam em vingança. Mas a fome e a sede de justiça da qual fala Jesus é a pratica dos seus estatutos e preceitos, a guarda dos seus mandamentos. Pois a vingança pertence a Deus. E a sua lei foi feita em retidão e justiça; e a base do trono de Deus é juízo e justiça. E, como falou Salomão, a justiça livra da morte; e: na vereda da justiça está a vida. Pv. 10:2, 11:4 e 12:28.

Outrossim, quando Ele falou sobre os pacificadores, não estava falando sobre os pacificadores de indígenas. Fala daqueles que buscam a paz e a concórdia, e que tem a Sua paz. Pois Ele é o príncipe da paz.

Ainda quando Ele falou dos bem-aventurados odiados, disse que por causa dele, do Filho do Homem, Jesus.

Portanto, é para o povo de Deus as demais bem-aventuranças espalhadas na Sua palavra, tais como:

Bem-aventurado todos os que nele confiam. Sl. 2:12

Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Sl. 32:1.

Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui a iniqüidade, e em cujo espírito não há dolo. Sl. 32:2.

Bem-aventurado o homem que nele se refugia. Sl. 34:8, ú.parte.

Bem-aventurado o homem que faz do Senhor a sua confiança, e que não atenta para os soberbos nem para os apóstatas mentirosos. Sl. 40:4.

Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre; o Senhor o livra no dia do mal. O Senhor o guardará, e conservará em vida, será abençoado na terra; tu, Senhor, não o entregarás à vontade dos seus inimigos. Sl. 41:1 e 2.

Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para habitar em teus átrios. Sl. 65:4.

Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente. Sl. 84:4.

Bem-aventurados os homens cuja força está em ti, em cujo coração está os caminhos altos. Sl. 94:12.

Bem-aventurado é o homem a quem tu repreendes, ó Senhor, e a quem ensinas a tua lei. Sl. 94:12.

Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer. Sl. 112:1.

Bem-aventurado os que trilham caminhos retos, e andam na lei do Senhor. Sl. 119:1.

Bem-aventurado o povo que conhece o som festivo, que anda, ó Senhor, na luz da tua face, que se regozija em teu nome todo o dia, e na tua justiça é exaltado. Sl. 89:15 e 16.

Bem-aventurado é o povo cujo Deus é o Senhor. Sl. 144:15, ú.parte.

Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está no Senhor seu Deus, que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto neles há, e que guarda a verdade para sempre; que faz justiça aos oprimidos, que dá pão aos famintos. Sl. 146:5-7.

Bem-aventurado o homem que acha sabedoria e o homem que adquire entendimento. Pv. 3:13.

Bem-aventurado é o homem que teme ao Senhor continuamente. Pv. 28:14, p.parte.

Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que lançar mão disto: que se abstém de profanar o Sábado, e guarda a sua mão de cometer o mal. Is. 56:2.

Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos. Rm. 4:7 e 8.

Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado. Rm. 4:8.

Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porque depois de aprovado, receberá a coroa da vida que o Senhor prometeu aos que o amam. Tg. 1:12.

Bem-aventurado aquele que lê e os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. Ap. 1:3.

Bem-aventurados os mortos que desde agora morrerem no Senhor. Ap. 14:13.

Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua nudez. Ap. 16:15.

Bem-aventurado aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. Ap. 19:7, p.parte.

Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos. Ap. 20:6.

Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro. Ap. 22:7.

E se você ainda não pertence ao povo bem-aventurado, venha a Jesus, o Senhor, e passe a fazer parte da família dos santos, se tornando filho. Pois o servo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre. Jo. 8:35. E aquele que O aceita e crer em seu nome se torna filho de Deus. Jo. 1:12.

Assim, ouvirás naquele dia: “Vinde benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”.  Mt. 25:34.

Oli Prestes
Missionário
Enviado por oliprest em 01/10/2010

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr