Áudios

Cristo não morreu, Jesus sim
Data: 15/04/2017
Créditos:
Título: Cristo não morreu, Jesus sim
Autor: Oli Prestes
Voz: Oli Prestes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Cristo não morreu, Jesus sim
Por causa das dúvidas que percebemos em muitos religiosos que pretendem seguir a Cristo, volto a tratar do tema, no qual tenho evidenciado em alguns textos que elaborei, sobre Jesus e Cristo, a representação física de Deus e a representação jurídica de Deus. E, para isso, vou repetir o que já tenho provado biblicamente sobre eles.
Existe certa confusão sobre a pessoa de Jesus e Cristo. Alguns pensam que ambos são a mesma pessoa ou uma pessoa com dois nomes.

Entretanto, como já temos mostrado em outro trabalho que elaboramos, Cristo é um adjetivo de Jesus ou a palavra de Deus, enquanto que Jesus é o homem Deus.

Exemplificando: Alguém pode ter uma empresa pessoa física e usar como nome dela um nome de fantasia. Assim, alguém pode dizer que vai à pessoa física, embora esteja indo à pessoa jurídica, quando vai fazer um negócio com a tal empresa. E, nesse caso, é possível que alguém vá à pessoa física da exemplificação, embora a pessoa física esteja ausente. Do mesmo modo, alguém pode ir à pessoa física tratar de um negócio relativo à pessoa jurídica. Nesse caso estariam presentes tanto a pessoa física quanto a pessoa jurídica.

Conforme já escrevi em outro texto, os judeus contemporâneos de Jesus, principalmente os rabinos e doutores da lei, sabiam que a palavra iria se fazer carne e habitar entre os homens, razão porque alguém lhe perguntou: “És tu o Cristo”? Ou seja, és tu a palavra de Deus encarnada ou que se fez carne?

E, como dissemos em outro texto nosso, o texto do capítulo dez, dos versos seis a oito da epístola de Paulo aos Romanos evidencia o que dizemos. Pois ali, o apóstolo se refere a Cristo como aquele a quem Moisés nomeou de Palavra e Mandamento em Deuteronômio 29:11 a 14.
Mas, talvez, porque na bíblia está posto o nome como composto, ou seja, Jesus Cristo e Cristo Jesus, isso leve muitos a pensarem que é assim mesmo, quando deveria ser: Jesus o Cristo, ou Cristo, Jesus. Ou seja, quando o nome Cristo vir depois de Jesus, deve obrigatoriamente ter o artigo definido entre eles, enquanto que, quando o nome Cristo vir antes de Jesus, deve levar uma vírgula a seguir a essa palavra, a fim de explicar que Cristo é a palavra ou a pessoa jurídica de Deus, a qual se tornou Jesus, a pessoa física de Deus. João fala no capítulo primeiro do seu livro, que “O Verbo” se fez carne. O que quer dizer que ele, o verbo, é a palavra de ação. Pois, verbo não é um substantivo, ou adjetivo, ou pronome ou outra coisa, mas o que dá ação ao período ou a oração, como se estuda em gramática.

E Jesus ressuscitou não exatamente por ser o Filho de Deus, mas por nunca ter pecado e na sua boca não haver tido engano.

Também, quando a bíblia diz que ele foi ressuscitado pela glória do Pai, quer dizer que foi pela palavra, a qual permaneceu viva. Pois, a glória a que o texto se refere, é A Palavra de Deus ou os dez mandamentos.

Para confirmar o que dizemos, sugerimos ler o texto “A glória de Deus e a glória dos homens”, publicado em http://www.recantodasletras.com.br/artigos/2578989

E o texto do capítulo doze, verso cinquenta do livro de João, confirma que os mandamentos de Deus são a vida eterna.

Assim, todo aquele que guardar os mandamentos de Deus, o decálogo, mesmo que venha a morrer, ou melhor, em Cristo dormir, ao toque da última trombeta, a sétima, ressuscitará. Porque os justos ressuscitarão na primeira ressurreição. E eles são os praticantes da justiça de Deus, conforme I Jo. 3:7 e Sl. 119:172, ú.parte.

Portanto, Jesus, o homem Deus, morreu, mas, Cristo, a palavra de Deus, não. Assim, todo aquele que tiver fé no Cristo será ressuscitado do mesmo modo como ele o foi.

Sugestão de leitura:
“Quem é Cristo?”, em: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/5485834
“Vivificados por Cristo”, em: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3069716
“Justificados por Cristo”, em: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/557381

Oriximiná(PA), 15/04/2017.
Oli Prestes
Missionário
Enviado por oliprest em 14/04/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr