Áudios

Amor filial
Data: 20/01/2018
Créditos:
Título: Amor filial
Autor: Oli Prestes
Voz: Oli Prestes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

AMOR FILIAL
AMOR FILIAL

Entre as instruções deixadas por Deus para os seus filhos, a fim de que sejam justos como Ele, há algumas relativas aos pais com relação aos seus filhos. E expressamente diz Deus através de Moisés o seguinte: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.” Dt. 6:6 e 7. As escolas de ensino secular não ensinam etiqueta, nem relações públicas e humanas, nem relações urbanas.

Algumas das instruções humanas que hoje são exigidas numa sociedade urbana, como dar assento aos idosos antes que aos jovens nos transportes coletivos urbanos, o são por lei. Apesar disso muitos não a cumprem e até resistem àqueles que buscam lembrar o seu cumprimento, como cobradores e motoristas desses coletivos.

E mesmo pretensos cristãos estão sem atentar para algumas dessas instruções. Dentre essas, uma que diz: “Te encurvarás diante das cãs”. Cãs são cabelos brancos, idosos. Mas estes, na condição de “velhos”, são menosprezados pelas novas gerações. Esquecem que tais poderiam ser seus genitores ou que muitos deles poderiam ser seus segundo pais, professores, aos quais tem sido dado o dever e o direito de retransmitir aos jovens o conhecimento necessário à vida nesta existência.

E como educação ninguém traz de berço, pais e tutores têm o dever e também o direito de ensinar aos filhos ou tutelados a educação para um bom relacionamento desses com os seus semelhantes. E já que está havendo falta de “bons modos” nos relacionamentos sociais, alguém está falhando no ensino desses deveres. E como  estes não são ensinados como matéria curricular nas escolas seculares, então os pais e tutores que são os responsáveis por seus protegidos estão falhando nisso. E uma evidência disso está no fato de os filhos e menores não mais saudarem seus pais, tios e pessoas “mais velhas” do convívio familiar com o antigo modo da “bênça” (a bênção) pai, mãe, tios, seu fulano, etc.

Uma sociedade que não sabe respeitar e honrar os seus anciãos é uma sociedade que não merece respeito e que não conhece a Deus. Jesus disse que o Filho honra o Pai, referindo-se a Ele em relação ao seu Pai, Deus, e o amo ao seu Senhor. E que já que Ele é Senhor, onde está a honra a Ele? E isso faziam alguns religiosos do seu povo, contemporâneos seu, do mesmo modo como fazem alguns do seu povo hoje, quando não cumprem com os seus deveres para com Deus, principalmente relativo ao primeiro amor exigido por Ele, o qual diz “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração. . .” e o segundo que diz: “Ama o teu próximo como a ti mesmo.”

Se alguém não amar primeiro a Deus, o qual nos amou primeiro, não poderá receber amor para amar também os seus.

Portanto, ame seu filho, ensinando-lhe o dever dele para com os homens. Mas ensine-lhe a amar a Deus em primeiro lugar. Pois isso é dever de todo homem. Ec. 12:13. E saiba que quem ama a Deus guarda os seus mandamentos. Porque esse é o amor de Deus. I Jo. 5:3.

Manaus-AM, 21/04/2014

Oli Prestes
Enviado por oliprest em 27/04/2014

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr