Textos

Nenhuma mentira procede da verdade
NENHUMA MENTIRA PROCEDE DA VERDADE

Esse texto que intitula esse trabalho foi uma das expressões de Jesus quando ele aqui viveu entre os humanos. Mas, que isso quer dizer? Já que Jesus é a verdade, acaso ele estava se referindo a ele próprio? Vejamos:

Jesus, quando interrogado por Pilatos, disse-lhe que ele nasceu e veio a este mundo para dar testemunho da verdade. Jo. 8:37. Também disse aos judeus que o acompanhavam para ouvi-lo, testá-lo e buscar ocasião contra ele, que ele lhes falava a verdade. Jo. 8:46. Então ele lhes falava algo específico.

Ainda que um número considerável de pessoas pense e diga que é verdadeiro e está com a verdade, certamente que um número relativamente pequeno é que alcança entendimento sobre o seu significado e lhe obedece.

Disse Jesus: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Jo. 8:32. Então aquelas pessoas não conheciam a verdade. Mas eles não estavam frente a frente com Jesus? E por que eles não o conheciam?

Porque conhecer a Deus não é ver a sua forma corpórea ou a sua face, mas guardar os seus mandamentos. Pois diz o Espírito Santo por João: “E nisto sabemos que o conhecemos, se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz eu o conheço, mas não guarda os seus mandamentos, é mentiroso e não está com a verdade. I Jo. 2:3 e 4.

Por conseguinte, o Espírito Santo diz por João que “Aquele que guarda os seus mandamentos está em Deus e Deus nele”. I Jo. 3:24, p.parte.
Assim, quem guarda os mandamentos de Deus, o decálogo, está ligado com Deus ou em união com ele, e Deus também está nele.

Jesus também disse aos seus contemporâneos que eles “andassem na luz enquanto eles tinham luz para que as trevas não os alcançasse”. Jo. 12:35. Mas Jesus não disse ser a luz do mundo? Então como eles deveriam andar nele? A luz é a lei de Deus. Pv. 6:26.

Ora, os judeus da palestina conheciam os princípios legislativos dados por Deus para o seu povo, assim como conheciam as leis ordinárias dadas por intermédio dos anjos para Moisés. Mas se aferraram a esta, principalmente as relativas a festas, sacrifícios e oferendas, e negligenciaram a de Deus, presumindo que os sacrifícios podiam salvá-los. Eles não sabiam que os sacrifícios de imolação de animais era figura ou metáfora que se cumpriria com o sacrifício de Jesus. O sangue daqueles animais, prefiguravam o sangue dele para dar acesso ao pecador a graça de Deus pelo evangelho eterno.

Paulo, o apóstolo, na sua epístola aos Romanos, fala de pessoas que mudaram a verdade de Deus em mentira. Rm. 1:25, p.parte. Ora, sendo Jesus a verdade, como alguém poderia muda-lo? No texto onde isso é dito ele se refere à lei de Deus, a qual é a verdade. Logo, quem diz que a lei de Deus, a qual é a verdade, foi abolida, mente.

Então quem não conhece a verdade, a lei de Deus, nem a pratica, não é liberto. E se diz que ela foi abolida, mente; e, se mente, não está com a verdade; e, se não está com a verdade, não está em Deus.

Portanto, seja verdadeiro dizendo a verdade e cumprindo o que manda o Espírito Santo, “fale a verdade cada um com o seu companheiro”. Zc. 8:16.
Manaus-AM, 19/01/2018
Oli Prestes
Missionário
oliprest
Enviado por oliprest em 19/01/2018
Alterado em 19/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr