Áudios


Pronto para o mundo
Pronto para o mundo

Quando um filho está pronto para enfrentar o mundo? É possível que se prepare alguém para viver nele? As escolas seculares preparam pessoas para o mundo? Vejamos.

Os pais se preocupam com a formação dos filhos e, para isso, lhes matriculam desde a tenra idade nas escolas de formação secular, a fim de torná-lo apto para viver com independência e obter uma ocupação remunerada que lhes propicie viver de modo autônomo.

Nessas escolas, nos primeiros anos, ou fundamental como é chamado os primeiros cinco anos de estudo, a criança ou o estudante recebe instrução básica sobre diversas matérias, as quais lhe dão uma noção geral da língua mater, números, história, geografia, matemática, etc., Mas não lhe dá uma formação profissional. Isso só é possível nos três anos que se seguem ao básico, caso a pessoa consiga entrar em uma escola destinada a isso. Caso isso não seja possível, há a opção de também cursar mais três anos do ensino médio, se preparando para ter acesso ao ensino do terceiro grau ou faculdade.

Assim, as pessoas que passam por esse ensino preliminar, não chegam a ser formadas em nada, embora possam vir a fazer alguns cursos que podem lhe permitir ter acesso ao mercado de trabalho em um emprego específico.

Entretanto não são instruídos em coisas básicas nem aprendem mais educação moral e cívica. Essas coisas são deixadas com os pais e tutores, os quais não podem fazer devido as suas ocupações seculares.

Assim, as pessoas estão ficando menos preparadas para se relacionarem com as demais pessoas.

E em verdade as pessoas estão sendo formadas mais para ter uma vida gregária. Até às instituições religiosas estão falhando na tarefa de formar verdadeiros cristãos. Formam religiosos mas não crentes. Preparam pessoas para serem obreiros, pastores, teólogos, mas não verdadeiros servos de Deus, com dons e capacitação para o ministério pleno. Mas apenas para ocupar espaço cativo nas "igrejas".

Isso porque os mestres não servem de exemplo. Mandam fazer mas não fazem o que deveria servir de modelo para os seus discípulos.

Portanto, ninguém está sendo formado para ser cidadão do céu, mas para ser cidadão do mundo, lugar de ímpios e pecadores.

Oriximiná-Pa, 26/01/2020.

Oli Prestes
Missionário
Enviado por oliprest em 25/01/2020




Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr